Escritos Achados e Perdidos

porque se contenta com pouco

quando o nada é promessa
de uma vida tão modesta
nada é o que se espera
dessa vida de porvir

quando o pouco se apresenta
tanto enche os olhos dela
e preenche as lacunas
do vazio da promessa

quando o muito se lamenta
de não ter o pouco dela
dessa sorte que contenta
o tão pouco que a alegra

e atormenta dia adentro
porque pouco é quase nada
e pra ela é mais estrada
não importa o dissabor

lembra que nada é previsto
ao surgir tão pouco, lindo
de tão longe, muito vindo
por escassos serem os seus

ela que nada teria
brinda o pouco todo dia
por menor que ele seja
por tão grande alegria

e o pouco permanece
na vida, nada presente
com a lição de se bastar
sorte, muito é ser suficiente

* Porque se contenta com pouco é música de Christiaan Oyens e letra de Lívia Gusmão
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin

Uma resposta

Minha bandeira exposta

Quando ouvi que não chegaria onde cheguei por ser “como pareço”, refleti e constatei: cheguei por ser quem sou.

Manifesto de todo dia

Sempre ouvi dizer que devemos viver Todo dia como se fosse o último.Então, se é pra ser o último, que seja sábado. Sábado é o

Sextou

O brasileiro é apressado. Já reparou? Nem terminaram de servir o banquete. Calma, gente. É cedo demais para escolher um lado. Seja frio, fique tranquilo.

%d blogueiros gostam disto: