Escritos Achados e Perdidos

In-

Involução.
Invólucro da mente.
Impiedoso feitor que escraviza minhas horas vazias.
Quero chorar.
Gritar.
Espernear feito criança.
Até cair dura como aqueles cadáveres do meio-dia
Que se deixam abater
E escoram seus corpos no asfalto,
Como berrando “olha eu aqui,
Não mais vivo, mas aqui!”.
Comemorar o quê?
O fracasso ninguém comenta.
Silêncio sepulcral, para quem não tem assunto,
Significa a salvação da espécie.
E no meu caso é a única coisa
Que me enche de esperança.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin

Minha bandeira exposta

Quando ouvi que não chegaria onde cheguei por ser “como pareço”, refleti e constatei: cheguei por ser quem sou.

Manifesto de todo dia

Sempre ouvi dizer que devemos viver Todo dia como se fosse o último.Então, se é pra ser o último, que seja sábado. Sábado é o

Sextou

O brasileiro é apressado. Já reparou? Nem terminaram de servir o banquete. Calma, gente. É cedo demais para escolher um lado. Seja frio, fique tranquilo.