Efemeridades

enquanto prova outros sabores
ando à deriva por entre luas
faço de conta que sou sua
em inundadas horas
em incontáveis chuvas
enquanto vive o sonho aos pares
que brilha e repousa nos ares
atravesso bolhas de efemeridades
suas criações de amores
minhas infinitas dores

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: