Sobre

não sou o vinho que resta,
mas o que transborda da taça.
toma-me com calma até a metade.
mata num só gole a outra parte.

 

 

Sou Lívia Gusmão, sorocabana de 81, redatora, mãe, viva. Falo o que posso – e o que não posso, escrevo. Gosto de ler, cantarolar, poetizar e observar o mundo. Minha felicidade é ser livremente sincera.