Prometo

Tu, que sempre foste
Em minha agrura
Felicidade incondicional,
Agora também me é
O ar e a brisa
Em dias de escaldante sofrer

Prometo muito mais do que amar-te e respeitar-te sob quaisquer condições em nossa vida em comunhão.
Prometo, sim, amar-me e respeitar-me enquanto tua e para sempre, pois foste o criador do amor que me esculpiu o corpo e a essência e, a quatro mãos, cuidamos para que nova vida nos fosse dada.
Assim, prometo refletir-te em meus olhos todos os dias, como vejo tão delicada imagem de mim em todo o teu corpo.
Agradeço-te, enfim, não somente pelo que és e significas para mim, mas pelo que sou ao teu lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *