o tempo de saber

se quatro anos eu tivesse
quatro anos perderia
uma vida de equívocos
mil discursos eu faria

doze mil palavras dia
e a sorte que me desse
vinte passes para a morte
vinte vidas voltaria.

centenário desse corpo
pouco ouvido me é dado
muita boca vejo à frente
aprendo tudo porque calo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *