o tempo das coisas

qual é o tempo da morte?
por que ela não se divide
em mil partes na vida
e nos coloca os limites?

por que o tempo condena
meu tempo de acolhida
do aprendizado constante?
por que me zomba a ferida?

qual é o tempo de vida
que nós teremos ainda?
por quantos dias ficamos
à parte em tantas brigas?

por que não deixa que eu viva
nesse planeta esquecido?
se houvesse vida na terra
ninguém teria partido.

qual é o tempo do amor?
por quantas horas insiste?
em que diálogo nasce?
com quais palavras desiste?

por que não vê que é hora
de acordar para a vida?
por que não vê que o amor
não é entrada, é saída?

qual é o tempo do erro?
por quanto tempo ele vive?
qual é a hora em que morre?
por quantas vezes persiste?

por que as barras de ferro
para calar os detidos?
o ar respira entre eles
suspiro livre arbítrio.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *