o presente nos dirá

não leve tudo tão a sério
dessa você não sai vivo
precaução é pra quem tem
medo do escuro
um dia por vez, uma vez ao dia
comprimidos e o trailer que
o destino quis mostrar
sobre amor o presente nos dirá

não adivinhe o que penso
esse erro é de um estranho
pra que tanto auto-controle?
o futuro não é imóvel modulado
espie pela janela e veja
o tempo que passa enquanto você planeja
o melhor ataque é sempre uma surpresa
sobre amor o presente nos dirá

amanhã você vai abrir a porta
e se ver num mundo novo
estranhos vão entrar em sua casa
inimigos vão fazer a janta de domingo
pra depois deitar em sua cama
acordar e tomar o seu café
vai se preocupar pra quê
os estranhos você vai reconhecer

não me fale em testamento
bens imóveis intangíveis no momento
se não você, eu serei o primeiro
a contar as migalhas do acaso
tudo é imprevisível e improvável
possível transponível e paralelo
próxima semana por agendar
sobre amor o presente nos dirá

amanhã…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *