não-eu

hoje aprendi que sou forte
mas que pra tudo tem limite.
entendi que aguento muita coisa
mas não coisa qualquer que me balize.
hoje sei que posso rir mais baixo
e chorar escondida também.
não ser eu vai doer em mim
como um membro que amputei.
mas quem perde mais de mim
estancado no eu é você.

Um comentário sobre “não-eu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *