Morte e vida em nona

Sentença de morte
Que a vida ensina
Devolve a vida
A quem duvida.
O sim e o não
Não são talvez.
Um dia de uma vez
O sol componha
Um ré com nona
Nona sinfonia
De um amor qualquer.
Qualquer um que queira
Não ser mistura.
Não pratico.
Não quero a cura.
Quero morrer de você,
Condenação perfeita
Para a morte de minha morte.
Para a vida
Apenas nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *