Livre na dança

Sem base, sem crase
Sou eu.
Livre na dança.
Sem ponto, sem porto.
Deixo a lucidez
Para quem faz questão.
Para o resto
O resto é só compaixão
É só com paixão que se dança
Se dança na linha
Da sua mão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *