lembrete de geladeira

passando pra dizer saudade
e algumas verdades que aprendi
depois de passar por esse lugar
onde você está
você só precisava de uma rua
pra poder passar
de repente se depara com ela
e vê que é só caminhar
o primeiro passo, de olhos fechados
ainda com aflição do que pode ser
o calor sob os pés descalços
aquela mão que se solta da sua
apresenta e obriga o equilíbrio
aquela coisa que te põe no eixo
aquela coisa indispensável
mas só para o caminhar
todos os próximos passos
dependem só de soltar da mão
e girar e tremular com o vento
abrir os olhos e ver que onde você andava
não era rua, era mundo
e o calor não era asfalto, era guia
que te prendia ao poço fundo
então não ande, voe
porque a estrada é feita
de chumaços de algodão
tire a mochila das costas
nela não há nada que sirva
no lugar que te espera
degraus acima da lama
limpe os pés na entrada
deixe o resto para trás
se da vida não se leva nada
venha com tudo que é

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *