casanova

eu quis tanto conhecer
as ruas que te seguiam
nas manhãs de me ver
hoje em dia reconheço
em retratos coloridos,
em prazeres refletidos
nas janelas garrafas e livros,
nos letreiros dos botecos,
em mil rodas de amigos
que nunca estão contigo.
essas ruas, feito esteiras,
te carregam pelas beiras
das pedras ao chão batido.
casanova gato trepadeira
cercados de muros que mofam
e ruem sobre as parreiras.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *