casa de partir

 

não, eu não estou mais
em nossa casa a chorar.
deixei tudo que pesava
e não dava pra levar.
cama por arrumar,
louça por lavar,
corpo por amar.
e o amor, de grande,
me convenceu a partir.
não, eu não trouxe nada
que pudesse te lembrar
e nem assim consegui
deixar-te para trás.
olha, a chuva vem torrente.
e eu já estou pronta pra saltar.
agora eu já me molhei.
agora é esperar secar.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *